Portal de Eventos da ANCIB, XII ENANCIB: POLÍTICAS DE INFORMAÇÃO PARA A SOCIEDADE

Tamanho da fonte: 
VISIBILIDADE DOS PESQUISADORES NO GT7 DA ANCIB: UM ESTUDO DE COCITAÇÕES
Ely Francina Tannuri Oliveira, Maria Cláudia Cabrini Grácio

Prédio: Biblioteca Central da UnB (BCE)
Sala: Sala montada 2@BCE - GT 7: Produção e Comunicação da Informação em CT&I
Última alteração: 26-09-2011

Resumo


Esta pesquisa objetiva analisar os pesquisadores de maior inserção e impacto na comunidade participante do GT7 ENANCIB, por meio do estudo de análise de citação e cocitação, no período de 2003 até 2010. Propõe-se evidenciar os pesquisadores citados em maior número de trabalhos, bem como o número de citações recebidas, e descrever a rede de cocitação, a fim de analisar a rede de interlocução construída pelos citantes em relação aos citados e calcular os indicadores de densidade e centralidade da rede. Como fundamento teórico-metodológico, utilizou-se a Análise de Domínio (A.D.), entendida como o reflexo de uma comunidade discursiva. Dentre as 11 abordagens sobre A.D., destacam-se os estudos bibliométricos. Foram levantados os dados das 124 pesquisas apresentadas no período em estudo e identificaram-se 1446 pesquisadores citados, para um total de 2307 citações. Do total de pesquisadores citados em maior número de trabalhos, 33 foram considerados autores de maior impacto e visibilidade, citados em pelo menos 8 trabalhos, recebendo pelo menos 8 citações. Utilizou-se o software Ucinet, a fim de mapear e visualizar a rede de interlocução estabelecida pelos trabalhos citantes. Como resultados, verificou-se que, do total dos 33 pesquisadores, 23 são brasileiros, 20 são vinculados a programas de Pós-Graduação e 11 são bolsistas de produtividade em pesquisa do CNPq. Destacaram-se ainda as temáticas mais citadas e analisou-se a relação número de citações por número de trabalhos em que o pesquisador foi citado e o número de pesquisas citadas de cada pesquisador. Quanto à estrutura da rede, observa-se que os autores formam um único componente, indicando que o conjunto de pesquisadores cocitados apresenta proximidade e articulação teórico, conceitual e metodológica. Conclui-se que a comunidade citante adota correntes teóricas comuns e ainda se pode caracterizar o núcleo de pesquisadores reconhecidos como alicerce do conhecimento na temática do GT7.


Palavras-chave


Análise de citações; Análise de cocitações; Rede de cocitações; Impacto dos pesquisadores no GT7

Referências


ALMEIDA, C. C. de. Campo da Ciência da Informação: suas representações no discurso coletivo dos pesquisadores do campo no Brasil. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação)-Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005. Disponível em: <http://www.arquivar.com.br/espaco_profissional/sala_leitura/teses-dissertacoes-e-monografias/O_campo_da_ciencia_da_informacao_no_Brasil.pdf

GLÄNZEL, W. Bibliometrics as a research field: a course on theory and application of bibliometric indicators. Bélgica, 2003. Disponível em: <http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.97.5311&rep=rep1&type=pdf> Acesso em: 9 de janeiro de  2011.

GMÜR, M. Co-citation analysis and the search for invisible colleges: A methodological evaluation.  Scientometrics,v. 57, n. 1, p. 27-57, 2003.

HJØRLAND, B. Domain analysis in information science: eleven approaches-traditional as well as innovative. Journal of Documentation, v.58, n.4,p. 422-462, 2002 a.

_______________. Epistemology and the socio-cognitive perspective in Information Science. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 53, n.4, p.257-270, 2002 b.

HJØRLAND, B.; ALBRECHTSEN, H. “Toward a new horizon in Information Science: Domain-Analysis”. Journal of the American Society for Information Science, 1995, v. 46, n. 6, pp. 400-425.

HOUAISS, A. Dicionário Hoauiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Editora Objetiva Ltda, 2001.

KERR, E. S. Ketib: um processo de representação de informações para textos complexos. Dissertação (Mestrado Profissional em Ciência da Computação)-Instituto de Computação da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003. Disponível em: http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000311557. Acesso em: 02/02/2006

LLOYD, C. As estruturas da história. Rio de Janeiro: Jorge Zaar, 1995.

MAI, J.-E. Analysis in indexing: document and domain centered approaches. Information Processing and Management, v. 41. p.599-611, 2005.

MIGUEL, S.; MOYA-ANEGON, F.; HERRERO-SOLANA, V. A new approach to institutional domain analysis: Multilevel research fronts structure. Scientometrics, v. 74, n.3. p. 331-344, 2008.

OLIVEIRA, E. F. T; GRACIO, M. C. C. SILVA, A.C.C. Investigadores de mayor visibilidad en Organización y Representación del Conocimiento: un estudio desde el análisis de cocitaciones. Scire, v.16, p. 39-46, 2010.

OTTE, E.; ROUSSEAU, R. Social network analysis: a powerful strategy, also for the information sciences.  Journal of information Science. v. 28, n.6, p. 441-453, 2002.

SMALL, H. On the shoulders of Robert Merton: towards a normative theory of citation. Scientometrics, v. 60, n.1, p. 71-79, 2004.

SPINAK, E. Dicionário Enciclopédico de Bibliometria, cienciometria e informetria. Caracas: UNESCO, CII/II, 1996.

VANZ, S.A. de S.; CAREGNATO, S.E. Estudos de citação: uma ferramenta para entender a comunicação científica. Em Questão, v. 9, n.2, jul./dez., p.295-307, 2003.

WASSERMAN, S.; FAUST, K. Social network analysis: methods and applications. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

WHITE, H.D.; MCCAIN, K.W. Visualizing a discipline: an author co-citation analysis of Information Science, 1972-1995. Journal of the American Society for Information Science, v. 49, n. 4, p. 327-355, 1998.